• O aluno deverá observar as datas fixadas no calendário escolar para efetuar sua matrícula. Deverá observar a seqüência das disciplinas do currículo padrão do seu curso, os pré-requisitos, e incluir, obrigatoriamente, as disciplinas do período anterior não cursadas ou cursadas sem aprovação. É necessária a matrícula em um número mínimo de créditos, por semestre, estabelecidos em cada currículo padrão.
  • A matrícula deverá ser feita pelo aluno via Internet, com data fixada no calendário escolar. A confirmação da matrícula deverá ser efetuada pelo aluno posteriormente nas datas previstas no calendário escolar.

A não efetivação da matrícula implicará no cancelamento do registro do aluno.

Trancamento de matrícula

O aluno pode requerer, junto à Seção de Ensino, o trancamento de matrícula, ou seja, a suspensão parcial ou total das atividades acadêmicas.

  • O Trancamento Total pode ser requerido para o semestre em curso após a efetivação da matrícula e antes do encerramento do período letivo. No decorrer do seu curso, o aluno tem direito ao Trancamento Total sem justificativa por uma única vez, com duração de um semestre letivo. O Trancamento Total com justificativa pode ser concedido por mais de uma vez e com duração determinada, a juízo do colegiado do curso. Os períodos em que o aluno estiver com trancamento total de matrícula não serão computados para efeito de tempo de integralização.
  • O Trancamento Parcial pode ser concedido até duas vezes na mesma disciplina, uma sem justificativa e outra com justificativa, sendo a última a critério do colegiado do curso. Em qualquer situação, o Trancamento Parcial, com ou sem justificativa, não poderá ocorrer caso a soma dos créditos das disciplinas não trancadas resulte em um número inferior ao mínimo exigido. Não é permitido o Trancamento Parcial em disciplina na qual o aluno estiver matriculado sob o regime de tratamento especial. O Trancamento Parcial deverá ser requerido no prazo fixado pelo calendário escolar.