Informamos que haverá uma recepção para os novos alunos de graduação da UFMG, na segunda-feira (02/03).

Os novos alunos dos cursos da FACE serão recebidos nesta Unidade na terça-feira (03/03), estando programadas uma apresentação da Faculdade, a ser feita pela Diretoria, seguida de uma apresentação dos cursos de graduação feita pelos Coordenadores de cada Colegiado.

Na FACE, as recepções acontecerão no auditório 1, às 9 horas de terça-feira, para os alunos de Ciências Econômicas e de Controladoria e Finanças; e às 19 horas do mesmo dia, para alunos de Administração, Ciências Contábeis e Relações Econômicas Internacionais.

Sendo assim, as aulas das disciplinas de primeiro período de cada curso terão início apenas na quarta-feira (04/03).

Desejamos a todas e todos um ótimo semestre!

No dia 02/03, segunda-feira, terão início as aulas nos cursos de graduação da Faculdade de Ciências Econômicas (FACE), como prevê o calendário da UFMG.

Os novos alunos, que estão ingressando em seus cursos neste ano, participarão das atividades de recepção da UFMG e da FACE, programadas para os dias 02 e 03/03, respectivamente. Deste modo, o início das aulas das disciplinas de primeiro período acontecerá em 04/03, quarta-feira.

O calendário acadêmico da FACE para o 1° semestre letivo de 2020 já pode ser consultado em nosso site.

O quadro com a alocação das turmas/disciplinas nas salas de aula dos prédios da FACE e dos CADs estará disponível para consulta neste site até o final de semana (por favor, aguarde).

Aproveitamos para informar que, a partir deste semestre, contaremos com 4 salas de aula adicionais (as salas 3077 a 3080 do nosso prédio), bem como uma nova sala dotada de equipamentos de vídeoconferência e voltada para realização de seminários, defesas de dissertação/tese e atividades semelhantes (a sala 1101, ao lado dos laboratórios de informática).

 

 

calendário acadêmico da FACE-UFMG para o 1° semestre letivo de 2020 está disponível para consulta.

Ele incorpora algumas datas e eventos que não constam do Calendário da UFMG, tais como o período para realização de exames finais e de exames especiais.

Foi com pesar que recebemos a notícia do falecimento do Professor David Sergio Kupfer, ocorrido na madrugada desta quarta-feira (19/02/20). Diretor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde liderava o Grupo de Pesquisa em Indústria e Competitividade e editava a Revista de Economia Contemporânea, David Kupfer foi também pesquisador emérito do CNPq. Coordenou importantes projetos de pesquisa sobre a indústria brasileira, como o "Estudo da Competitividade da Indústria Brasileira", e publicou trabalhos premiados, como os livros "Made in Brazil: Desafios Competitivos da Indústria Brasileira" e "Economia Industrial: Fundamentos Teóricos e Práticas no Brasil".

O Professor David Kupfer fez amigos na Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG, tendo colaborado com o Cedeplar em diferentes ocasiões. Sua ausência será sentida por nossa comunidade, em nome de quem expressamos nossa solidariedade aos seus familiares, amigos, e aos colegas do Instituto de Economia da UFRJ.

 

 

 

O curso de graduação em Ciências Contábeis da UFMG oferecerá no primeiro semestre de 2020 a disciplina CIC 026 – Tópicos em Contabilidade A – Interfaces com Profissionais de Mercado, dirigida pelo Prof. João Estevão Barbosa Neto, com a participação de profissionais da Ernst & Young. A disciplina terá carga horária de 30 horas aula e, para alunos de outros cursos da UFMG, serão ofertadas 20 vagas, disponibilizadas como Formação Livre.

A cada semana, um profissional convidado da E&Y ministrará uma aula sobre temas previamente selecionados (ver a relação abaixo) entre as quatro linhas de serviço da empresa: consultoria, auditoria, impostos e transações corporativas. Os temas escolhidos são extremamente atuais e relevantes, proporcionando aos alunos um contato maior com aspectos relacionados às práticas do mercado de trabalho.

  • Mercado de trabalho e competências requeridas
  • Aspectos gerais dos tipos de auditoria
  • Aspectos gerais de tributos diretos aliados à estratégia empresarial
  • Consultoria e gestão frente as novas normas contábeis
  • Governança corporativa e o ambiente de controles internos nas empresas
  • Lei anticorrupção e contextualização; II) Elementos que compõem Programa de Compliance
  • TAS 1 - Por que crescer via M&A; Como e quando M&A é uma boa alternativa
  • Melhoria de performance: a importância da Estratégia e seus desdobramentos
  • Data analytics e seus impactos no mercado
  • Tributação aliada ao empreendedorismo no Brasil
  • Especificidades de negócios de indústrias relevantes no Brasil e Minas Gerais
  • Aspectos gerais de tributos indiretos aliados à estratégia empresarial
  • As vantagens da transformação digital na governança tributária
  • Encerramento do curso e apresentação do trabalho final

 

É com satisfação que anunciamos o lançamento do livro "Cidades e estudos organizacionais: um debate necessário", organizado pelos professores Luiz Alex Silva Saraiva (UFMG/FACE/CAD) e Alessandro Gomes Enoque (UFU) e publicado pela editora Barlavento.

O volume traz à luz estudos realizados acerca das cidades na perspectiva interdisciplinar dos Estudos Organizacionais. Contando com capítulos de diversos pesquisadores ligados à distintas instituições, trata a cidade enquanto organização, enfatizando os processos de organizar as relações entre pessoas, a vivência da cidade como vivência socioespacial e as relações de poder que levam à dominação e ao privilégio.

traz à luz estudos realizados acerca das cidades na perspectiva interdisciplinar dos Estudos Organizacionais. Contando com capítulos de diversos pesquisadores ligados à distintas instituições, o livro trata a cidade como criar loja enquanto organização, enfatizando os processos de organizar as relações entre pessoas, a vivência da cidade como vivência socioespacial e as relações de poder que levam à dominação e ao privilégio.
traz à luz estudos realizados acerca das cidades na perspectiva interdisciplinar dos Estudos Organizacionais. Contando com capítulos de diversos pesquisadores ligados à distintas instituições, o livro trata a cidade como criar loja enquanto organização, enfatizando os processos de organizar as relações entre pessoas, a vivência da cidade como vivência socioespacial e as relações de poder que levam à dominação e ao privilégio.
traz à luz estudos realizados acerca das cidades na perspectiva interdisciplinar dos Estudos Organizacionais. Contando com capítulos de diversos pesquisadores ligados à distintas instituições, o livro trata a cidade como criar loja enquanto organização, enfatizando os processos de organizar as relações entre pessoas, a vivência da cidade como vivência socioespacial e as relações de poder que levam à dominação e ao privilégio.
traz à luz estudos realizados acerca das cidades na perspectiva interdisciplinar dos Estudos Organizacionais. Contando com capítulos de diversos pesquisadores ligados à distintas instituições, o livro trata a cidade como criar loja enquanto organização, enfatizando os processos de organizar as relações entre pessoas, a vivência da cidade como vivência socioespacial e as relações de poder que levam à dominação e ao privilégio.
traz à luz estudos realizados acerca das cidades na perspectiva interdisciplinar dos Estudos Organizacionais. Contando com capítulos de diversos pesquisadores ligados à distintas instituições, o livro trata a cidade como criar loja enquanto organização, enfatizando os processos de organizar as relações entre pessoas, a vivência da cidade como vivência socioespacial e as relações de poder que levam à dominação e ao privilégio.

O livro é dirigido a estudantes, professores e pesquisadores que se interessam pelas possibilidades de interação teórica e analítica entre Estudos Organizacionais e Cidades, especialmente nas áreas de Administração, Antropologia, Arquitetura, Economia, Geografia, Sociologia e Urbanismo. Também são leitores potenciais do livro todos os interessados no debate sobre a produção da cidade.

O livro está disponível gratuitamente para download.