O curso de graduação em Ciências Econômicas começou a funcionar em 1945. Sediado atualmente na Faculdade de Ciências Econômicas, no campus Pampulha, o curso tem duração de quatro anos e recebe semestralmente 40 alunos. O curso de graduação em Ciências Econômicas é dirigido por um Colegiado de Coordenação Didática

Sobre o curso

A formação teórica do aluno de Ciências Econômicas da UFMG é privilegiada. Cerca de 80% da grade curricular é composta por disciplinas obrigatórias, que abrangem teoria econômica (microeconomia, macroeconomia, economia política, etc.), história econômica e história do pensamento econômico, além de uma sólida base em métodos quantitativos (matemática, estatística e econometria).

O curso tem como objetivo permitir que o aluno adquira os conhecimentos necessários para o entender, interpretar a intervir na realidade sócio-econômica, dominando as técnicas e teorias que possibilitem uma atuação competente em uma grande variedade de atividades profissionais.

Avaliação do curso

No último Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), realizado em 2012, o curso alcançou a nota 5 (nota máxima). Com esse resultado o curso de Ciências Econômicas da UFMG se tornou um dos únicos cursos do país a obter nota máxima em duas avaliações consecutivas (2012 e 2009). Nesta área, dos 185 cursos  avaliados, apenas oito foram contemplados com a nota máxima. O curso também foi avaliado com nota máxima pelo Guia do Estudante Abril e como melhor curso de universidades federais, segundo melhor curso de universidades públicas e terceiro lugar nacional pelo Ranking Universitário Folha (2015). Neste ranking, o curso de Ciências Econômicas da UFMG é também o curso melhor avaliado pelo mercado no estado de Minas Gerais.

Áreas de atuação

A flexibilidade do currículo permite aos alunos seguirem trajetórias variadas de formação acadêmica de acordo com o interesse particular de cada aluno. Esse pluralismo é uma das marcas do curso, que contribui para a formação de formando profissionais com perfis bastante distintos e com campos de atuação variados. Além da sólida formação teórica e em métodos quantitativos, são oferecidas as seguintes áreas de formação: Desenvolvimento Econômico e Economia Regional; Economia Social e do Setor Público (Economia do Trabalho e Demografia Econômica); História Econômica e Economia Política.

Além disso, o Departamento de Ciências Econômicas efetivamente implementa as políticas de flexibilização horizontal e vertical da UFMG. Assim, o aluno do curso de Ciências Econômicas tem a real possibilidade de complementar o conhecimento oferecido através das disciplinas obrigatórias e optativas do curso com disciplinas dos demais cursos da Faculdade de Ciências Econômicas, como Relações Econômicas Internacionais, Administração de Empresas, Ciências Contábeis e Controladoria e Finanças. Através da formação complementar aberta e formação livre, os alunos podem também frequentar disciplinas dos demais departamentos da UFMG. 

Consequentemente, o bacharel em Ciências Econômicas formado pela UFMG tem uma formação extremamente sólida e flexível, podendo atuar em empresas do setor privado, órgãos públicos, empresas de planejamento, assessoria e consultoria de projetos, institutos de pesquisa econômicas, instituições financeiras, instituições de ensino.  

Corpo docente

O curso é ministrado em sua maioria por professoras e professores ligados ao Departamento de Ciências Econômicas, que também lecionam disciplinas dos cursos de pós-graduação (mestrado e doutorado em economia). Atualmente, todos os professores do quadro permanente do Departamento possuem doutorado ou pós-doutorado em instituições de referência no Brasil e no exterior. O curso conta também com a colaboração professores de outros departamentos da UFMG, como Direito, Ciências Contábeis, Ciência Política, Estatística, História e Matemática.

Oportunidades, bolsas e intercâmbio

Além de poder se integrar à vida universitária da Faculdade de Ciências Econômicas através da participação em seus tradicionais Diretório Acadêmico Francisco Iglésias e Associação Atlética, os alunos do curso de Ciências Econômicas têm várias opções para enriquecer sua formação ao longo do curso. Em relação às bolsas de estudo, existe uma série de oportunidades através do programa de Bolsas de Iniciação Científica, assim como de bolsas de apoio científico de editais de área e universal do CPNq, Capes e FAPEMIG, que têm duração de seis meses a um ano. Além disso, os alunos de segundo e terceiro período têm a chance de participar dos processos seletivos do Programa de Educação Tutorial (PET/Capes), oriundo do antigo Programas de Bolsas da FACE. No PET, o aluno tem a possibilidade de ser bolsista até o final do curso, desde que mantenha alto índice de rendimento acadêmico, além de desenvolver atividades individuais e em grupo. Finalmente, existem oportunidades de bolsa em atividades de extensão, realizadas pelos professores do FACE através do Cenex/FACE.

Além da iniciação à pesquisa e à extensão, outra grande oportunidade de potencializar o aprendizado ao longo do curso de graduação é a participação em programas de intercâmbio internacional. Essa opção é cada vez mais comum no âmbito da UFMG em geral e da Faculdade de Ciências Econômicas, em particular. Através dos programas oferecidos através da Diretoria de Assuntos Internacionais da UFMG, os alunos têm a chance participar de processos seletivos para cursar disciplinas em uma ampla gama de universidades estrangeiras.

Finalmente, cabe ressaltar que os alunos oriundos de famílias com menor poder aquisitivo têm acesso ao amplo apoio da Fundação Universitária Mendes Pimentel (FUMP/UFMG), que além de bolsas, oferece programas de alimentação, moradia universitária, assistência à saúde e material didático.

Estrutura do Curso

Duração de 04 anos

Parte Obrigatória: 5 semestres

Conteúdo:

  • Disciplinas introdutórias: economia e sociedade, economia A
  • Disciplinas instrumentais: matemática, estatística, econometria e contabilidade
  • Disciplinas teóricas: microeconomia, macroeconomia, economia política, desenvolvimento econômico
  • Disciplinas de história: história econômica e história do pensamento econômico
  • Disciplinas aplicadas: economia do setor público, economia social, economia internacional

Parte Optativa: 3 semestres

Nossas disciplinas optativas são organizadas por grupos:

  1. Desenvolvimento Econômico e Economia Regional
  2. Economia Política e História Econômica
  3. Economia Social

No final do curso, o aluno deve ainda fazer as seguintes disciplinas:

  • Metodologia da Economia
  • Técnica de pesquisa
  • Monografia 1 e 2

Formação Complementar

O aluno pode substituir parte da sua carga optativa por disciplinas de outros cursos.

Temos Formação Complementar em:

  • Métodos Quantitativos
  • Ciências Atuariais

O aluno pode solicitar ao Colegiado outros conteúdos para sua Formação Complementar

A versão curricular para os alunos ingressantes a partir de 2010 (2013/1 – antiga 2010/1) contempla os seguintes percursos:

  1. Bacharelado com formação complementar aberta e formação livre
  2. Bacharelado com formação complementar preestabelecida em ciências atuariais e formação livre
  3. Bacharelado com formação complementar preestabelecida em métodos quantitativos e formação livre
  4. Bacharelado e formação livre (padrão)

Bacharelado e formação livre é a opção padrão na qual os calouros são vinculados.

O aluno poderá optar pelos outros percursos a partir do quinto período, bastando fazer a solicitação no Colegiado.

Em todos os percursos, total de créditos a serem integralizados no curso é 200 e o total de horas 3000 (cada crédito equivale a 15 horas)

Forma de integralização de créditos em cada percurso

Em todos os percursos, o total de créditos é dividido entre os seguintes grupos de disciplinas:

  1. Eletivas: disciplinas de qualquer curso da UFMG
  2. Optativas: disciplinas do curso de Ciências Econômicas. O aluno pode optar entre elas qual deseja cursar, mas deve-se cumprir uma carga horária mínima, conforme especificado em cada percurso
  3. Obrigatórias: disciplinas centrais do curso e precisam ser obrigatoriamente cursadas

1- Bacharelado com formação complementar aberta e formação livre:

OBRIGATÓRIAS: 166 créditos

OPTATIVAS: 8 créditos

ELETIVAS (FORMAÇÃO ABERTA E LIVRE): 26 créditos

Na formação aberta o aluno escolhe uma área de interesse como por exemplo História, Administração, Filosofia, Relações Internacionais, etc.

2- Bacharelado com formação complementar preestabelecida em ciências atuariais e formação livre:

OBRIGATÓRIAS: 166 créditos

OPTATIVAS: 8 créditos

ELETIVAS: 4 créditos

GRUPOS DE OPTATIVAS EM CIÊNCIAS ATUARIAIS: 22 créditos

3- Bacharelado com formação complementar preestabelecida em métodos quantitativos e formação livre: 

OBRIGATÓRIAS: 166 créditos

OPTATIVAS: 8 créditos

ELETIVAS: 4 créditos

GRUPOS DE OPTATIVAS EM MÉTODOS QUANTITATIVOS: 22 créditos

4- Bacharelado e formação livre:

OBRIGATÓRIAS: 166 créditos

OPTATIVAS: 30 créditos

ELETIVAS: 4 créditos

A estrutura curricular do curso encontra-se disponível aqui.