A Comunidade da Face, em virtude dos fatos ocorridos na manhã do dia 06/12/2017 na UFMG, vem se manifestar:

1. reiterando a defesa da UFMG como instituição universitária autônoma;

2. em repudio à arbitrariedade da condução coercitiva, que não respeitou o devido processo legal; e

3. enfatizando a importância do respeito aos Direitos Humanos, simbolizados pelas atividades relacionadas ao projeto do "Memorial da Anistia Política do Brasil".

Expressamos nossa solidariedade a todos os membros da comunidade da UFMG que foram vítimas das arbitrariedades ocorridas.

Assembleia da Comunidade da FACE-UFMG
Belo Horizonte, 6 de dezembro de 2017